Rubinho e a capacidade de reinventar-se

Rubinho testou, nessa segunda-feira, o carro da Indy. Depois de 19 anos na Fórmula Um, o piloto brasileiro admitiu que pode correr uma ou outra prova pela categoria. Ele rejeitava a Indy, mas, sem espaço na F1, começa a rever seus conceitos. Ele não quer se aposentar. Sente necessidade de continuar no automobilismo. Por isso, considera a possibilidade de correr noutras pistas.

Eu admiro a insistência do piloto, a vontade de correr. Rubinho será eternamente o segundo. Embora seja recordista em número de GPs disputados, até nisso pode perder o posto de número 1. Michael Schumacher, se disputar mais duas temporadas, como promete, também assumirá esse recorde. Entretanto, isso nada disso tira do brasileiro seu otimismo, sua capacidade de ver as coisas sob um prisma bom, de que há espaço para coisas positivas, vitórias e sucesso.

Rubinho reinventa-se. Ama a família, é grato pelo que tem e conquistou. E sonha. Não para de sonhar.

Não o conheço. Porém, não acredito que essas características sejam uma máscara. Não acho que Rubens Barrichello seja um personagem. Parece-me bem real.

Para ele, não tem tempo ruim. Sente-se vencedor, mesmo sendo constantemente derrotado nas pistas.

Toda vez que o vejo tenho a impressão que o mundo seria melhor se tivéssemos um pouco das características dele.

Quem dera conseguíssemos sempre nos reinventar. Fechou uma porta? Vamos em busca de outra. E se não a encontrarmos, construímos uma saída. Não importa se vai demorar… se vai dar trabalho.

Sabe, entendemos sucesso como vitórias. Vitórias como felicidade. Não toleramos as frustrações. E, por isso, achamos que feliz é quem ganha sempre. Mas não… não é isso. Felicidade é um estado de bem-estar, de sentir-se bem consigo e com a vida. É ser agradecido pelas conquistas… Sentir-se vencedor pelo simples fato de estar vivo.

Anúncios

Notas do esporte

ESTÁ CHEGANDO
Botafogo vence o São Paulo e está mais próximo dos líderes do Brasileirão. A equipe comandada por Joel Santana fez 2 a 0 no tricolor do Morumbi. A equipe chegou aos 37 pontos – um a menos que o Corinthians, e quatro atrás do Fluminense.

SEM VERGONHA?
Palmeiras e Vasco não fizeram gols num dos jogos mais esperados desse domingo. Zero a zero foi o placar do jogo. A torcida do Palmeiras não perdoou a equipe e gritou “time sem vergonha” após o jogo.

COMPLICADO
O Santos perdeu para o Ceará. Dois a um. Com a derrota, o Peixe caiu para a sexta colocação no campeonato.

ESTÁ CHEGANDO II
O Cruzeiro venceu de novo. A vítima da vez foi o Avaí. E a partida foi disputada no estádio da Ressecada. Dois a um. A Raposa já está entre os quatro que lideram o Brasileirão.

DERROTA
O Atlético Paranaense perdeu ontem para o Guarani. Um a zero.

OUTROS RESULTADOS
E ainda ontem, o Atlético Mineiro venceu o Grêmio Prudente por 1 a 0; Internacional e Goiás empataram sem gols no Beira Rio.

ESTACIONARAM
No sábado, os líderes perderam. O Fluminense sofreu a virada nos últimos minutos de jogo. Dois a um foi o placar no confronto com o Atlético Goianiense.

FOI MAL
O Corinthians perdeu em casa para o Grêmio. Um a zero. A diferença entre Fluminense e o timão segue em três pontos.

RUBRO-NEGRO
Também no sábado, Flamengo e Vitória empataram. Dois a dois.

SEGUNDONA
Pela Série B, tiveram uma rodada ruim. O Coritiba empatou com o América Mineiro. Um a um. Na sexta-feira, o Paraná Clube empatou com a Ponte Preta. Dois a dois.

VELOCIDADE
O domingo teve Fórmula Um. E a Ferrari entrou na disputa pelo título. Fernando Alonso venceu o GP de Monza. Felipe Massa chegou em terceiro.

Notas do esporte

TRICOLORES
Fluminense tropeça no São Paulo e a distância para o Corinthians cai para três pontos. Ontem à noite, o líder do Brasileirão empatou com o tricolor das Laranjeiras. Dois a dois foi o placar do jogo. O goleiro Rogério Ceni foi quem segurou o empate, ao defender um pênalti.

PERSEGUIÇÃO
Com Ronaldo em campo, o Corinthians venceu o Vitória por 2 a 1. Iarley e Paulinho marcaram para o timão. A equipe paulista chegou aos 34 pontos.

VITÓRIA VERDE
De virada, o Palmeiras derrotou o Atlético Mineiro. O Galo fez 1 a 0 no primeiro tempo; no segundo, o verdão marcou dois gols e faturou os três pontos. Com a vitória, o Palmeiras subiu para a nona posição, com 23 pontos.

TAMBÉM VIROU
Quem também virou foi o Guarani. Nos minutos finais, o Bugre fez dois gols e derrotou o Flamengo. Dois a um.

EMPATES
Também nesse domingo, o Atlético Goianiense empatou em 2 a 2 com o Avaí; o Atlético Paranaense ficou no 1 a 1 com o Grêmio de Porto Alegre.

OUTROS RESULTADOS
No sábado, o Santos venceu o Goiás por 2 a 0 e chegou à terceira posição no campeonato. Quem também se aproximou da liderança foi o Internacional, que derrotou o Botafogo por 1 a 0.

E AINDA
Vasco e Cruzeiro empataram em 1 a 1; Ceará e Grêmio Prudente ficaram no 2 a 2.

SEGUNDONA
Pela Série B, o Coritiba amargou a terceira derrota seguida. Sábado, o time paranaense perdeu para o Figueirense por 2 a 0; o Paraná Clube voltou a vencer e superou o ASA por 2 a 1.

VELOCIDADE
E ontem, na Fórmula Um, o inglês Lewis Hamilton conquistou o GP da Bélgica. Debaixo de chuva, o piloto da McLaren venceu e retomou a liderança do campeonato. O brasileiro Felipe Massa chegou em 4º.

Rubinho e os 300 GPs

Rubinho comemora seus 300 GP’s nesse fim de semana. Ao disputar o Grande Prêmio da Bélgica, estará chegando a um número impressionante. O brasileiro está da Fórmula Um desde 1993.

Gosto do piloto. É um cara do bem. Também é competitivo. E, mesmo depois de tantos anos, tem prazer no que faz. Para quem chega a trezentas corridas numa mesma categoria, deveria ser frustrante não ter conquistado nenhum título. Não parece ser o caso dele. Mas pelo menos para a torcida fica a impressão de que nunca teve competência para vencer.

Notas do esporte: Brasileirão, Série B e a Fórmula Um

FLURICY
A 12ª rodada do Brasileirão terminou com o retorno do Fluminense à liderança do campeonato. O tricolor das Laranjeiras venceu, sábado, o Atlético Paranaense por 3 a 1 e chegou aos 26 pontos.

PALMEIRAS X CORINTHIANS
O Fluminense foi beneficiado pelo empate entre Corinthians e Palmeiras. O badalado clássico paulista terminou em 1 a 1. Felipão segue sem vencer no comando do verdão.

OUTROS CLÁSSICOS
No clássico carioca, Flamengo e Vasco também empataram. Mas sem gols. Zero a zero também foi o placar de Internacional e Grêmio. Em Minas, o Cruzeiro venceu o Atlético Mineiro por 1 a 0. A Raposa afundou ainda mais o Galo. O time de Vanderlei Luxemburgo é o vice lanterna da competição.

PEIXE
Com um time reserva, o Santos bateu o Prudente por 2 a 1. O time do interior perdeu dois pênaltis e deixou escapar a chance de vencer o Peixe.

OUTROS RESULTADOS
Nos outros jogos da rodada, o Avaí goleou o Goiás por 4 a 1; o Botafogo surpreendeu o Vitória no Barracadão e ganhou por 3 a 1. No sábado, além da vitória do Fluminense, teve o empate de Atlético Goianiense e Guarani por 1 a 1 e o reencontro do São Paulo com a vitória.

FINALMENTE
O tricolor do Morumbi fez 2 a 1 no Ceará. Ricardo Oliveira fez o primeiro dele em sua reestréia pelo São Paulo. A vitória realimenta a esperança da torcida tricolor de reverter a vantagem do Internacional pela Libertadores.

PARANAENSES NA SÉRIE B
Na Série B, o Coritiba está na ponta da tabela. O Coxa venceu o Vila Nova, fora de casa, por 1 a 0. Mas o primeiro lugar na classificação foi garantido pela goleada do Paraná Clube sobre o Náutico. A equipe pernambucana liderava a competição, mas levou 4 a 0 do time paranaense. Até o goleiro Juninho marcou.

VELOCIDADE
Ainda neste domingo teve Fórmula Um. O GP da Hungria foi vencido pelo australiano Mark Webber. Ele acertou na estratégia e faturou a prova e a liderança do Mundial. O espanhol Fernando Alonso chegou em segundo. Felipe Massa ficou com a quarta posição.

ROUBOU A CENA
Mas o destaque da prova foi Rubens Barrichello, que fez uma ultrapassagem ousada sobre Michael Schumacher. O brasileiro ainda viu o alemão ser punido para a próxima prova, pela tentativa de Schumacher de jogar Rubinho contra o muro.