As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Câmara aprova criação de Secretaria de Saneamento
Executivo propõe e vereadores aprovam, por unanimidade e em regime de urgência, uma nova secretaria para cuidar do abastecimento de água, tratamento de esgoto e coleta de lixo. Uma agência reguladora e um fundo financeiro compõem o projeto.

HOJE NOTÍCIAS: – Câmara aprova criação de Agência de Água
O jornal também trata da criação de um órgão no município para gestão dos serviços de água e esgoto. O projeto voltará a ser analisado nesta sexta-feira em uma sessão extraordinária da Câmara. O vereador Humberto Henrique pontuou que acha desnecessária a urgência na aprovação e sustenta a necessidade de uma discussão mais ampla com a comunidade.

JORNAL DO POVO: – Motociclista é a 74ª vítima fatal de acidente
Ontem à tarde, no Loteamento Madrid, em Maringá, uma colisão envolvendo um ônibus da TCCC e uma motocicleta resultou na morte de um jovem de 24 anos e deixou uma pessoa ferida.

Anúncios

As revistas da semana

VEJA: – A alegria do polvo. “Caraca! Que dinheiro é esse!” Funcionário do Planalto recebeu propina dentro da Casa Civil, a metros da sala da então ministra Dilma Rousseff e a um andar do gabinete do presidente Lula. A edição desta semana da revista traz novas denúncias do esquema de corrupção que funcionava até mesmo dentro da Casa Civil. Uma reportagem sobre Cuba mostra que começou o desmonte do monstrengo criado por Fidel Castro. E o livro de Ingrid Betancourt fala do cativeiro das Farc.

ÉPOCA: – O dinheiro que dá em árvores. Quanto vale a natureza e quem está faturando ao protegê-la. As 13 empresas brasileiras que mais ajudam a salvar o planeta. Na reta final, o fator Erenice. Quais são as chances de mudança do cenário eleitoral depois do escândalo que levou à demissão da Casa Civil da ex-assessora de confiança de Dilma. O que eles querem para o Brasil? A duas semanas das eleições, a revista revela que entre os principais candidatos à Presidência, só Marina Silva apresentou um programa de governo para o país. Como adiar a calvície. Exames precoces já permitem retardar a queda de alguns fios em mais de 20 anos.

ISTO É: – “Foi uma traição”. Numa entrevista exclusiva, a ex-ministra da Casa Civil, Erenice Guerra, fala sobre as denúncias envolvendo seu nome e de seus filhos. Ela admite que não tem controle sobre o trabalho do filho, diz que foi traída e se considera vítima de uma campanha. Um ataque direto e poderoso às doenças. Surgem novas terapias criadas com recursos da nanotecnologia. Elas já curam câncer de pele e prometem maior eficácia contra a diabetes. É o começo de uma nova era na medicina. Cartas da liberdade: vindas de todo o País, mensagens escritas pelos próprios presos representam 23% dos pedidos de habeas corpus concedidos pelo Supremo Tribunal Federal.

CARTA CAPITAL: – Aécio deixará o PSDB. A revista traz reportagem exclusiva que revela que o ex-governador de Minas Gerais pretende fundar um novo partido e comandar uma oposição moderada. A nova promessa de José Serra: 10% para os aposentados. Às vésperas das eleições, o candidato tucano apresenta mais um ponto de seu Programa de Governo para os mais pobres. A próxima geração: políticos jovens e que não viveram os conflitos da ditadura caminham para vitórias consagradoras nas urnas. E se credenciam no cenário nacional.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Eleições para cargos de R$ 3,1 mil vão à Justiça
Programa da UEM que trabalha com menores de rua recorre ao Judiciário contra as novas regras para ser conselheiro tutelar. Dos 21 inscritos, cinco tiveram as candidaturas indeferidas. Eleições serão domingo e quem título de eleitor pode votar.

HOJE NOTÍCIAS: – Queimadas aumentam mais de 60% na cidade
De janeiro a agosto deste ano já ocorreram 329 focos de incêndios; no mesmo período de 2009, foram registrados 200. Somente ontem foram computados pelos bombeiros seis casos na cidade – número considerado alto.

JORNAL DO POVO: – Segurança assume morte de Barbosa
O segurança desempregado Marcos Alexandre Gomes dos Santos, 22 anos, assumiu a autoria do assassinato de José Rickarthy Adamucho Barbosa, 32 anos. Ele alegou ter sido ofendido no interior da boate. A vítima morreu com quatro tiros.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Prefeitura ignora visita do governador
O prefeito estava viajando e nenhum representante do Executivo foi ao ato de assinatura de contratos para obras de saneamento em 13 bairros da cidade, no valor de R$ 3,8 milhões. A decisão do município de retomar e licitar os serviços de água e esgoto estremeceu a relação.

HOJE NOTÍCIAS: – Pessuti garante que concessão será mantida
O contrato com a Sanepar vence no dia 27; o governador liberou ontem R$ 3,85 milhões, que serão utilizados para ampliar a rede de água e esgoto. O aumento na rede vai garantir cobertura de 96% de rede em Maringá.

JORNAL DO POVO: – Pessuti não discute concessão da Sanepar
O Jornal do Povo também trata do fim do contrato da Sanepar com o município de Maringá.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Dinheiro do BID para obras na Brasil e UEM é suspenso
Os US$ 13 milhões para ampliar o sistema binário, retirar as espinhas de peixe, fazer a transposição da universidade e construir dois terminais de ônibus não serão liberados agora. Irregularidades em Natal levaram o governo a brecar financiamentos internacionais.

HOJE NOTÍCIAS: – Lixo por toda a cidade
Nos fundos de vales, nos córregos e nos terrenos baldios. Esta realidade é visível em toda a cidade. Maringá produz mais de 300 toneladas de lixo diariamente e parte disso é descartado de forma irregular e clandestina. O córrego Mandacaru, que fica próximo à UEM, é um exemplo da falta de cuidados na preservação do meio ambiente. O mau cheiro e a infestação de insetos na região mostram o quanto é grave a situação do afluente.

JORNAL DO POVO: – Médicos residentes aprovam greve
A partir da próxima sexta-feira, os médicos residentes da Universidade Estadual de Maringá estarão de braços cruzados. A decisão foi tomada ontem durante reunião, quando a categoria aderiu ao movimento de paralisação nacional que iniciou-se nesta terça-feira em diversos hospitais de aproximadamente 15 estados do País. Mesmo com a greve, os atendimentos de urgência e emergência não deverão ser afetados no Hospital Universitário.