As revistas da semana

VEJA: – Enfim, alguém me entende. O primeiro manual da Sociedade Brasileira de Pediatria liberta os pais da rigidez das regras do passado e mostra como pode ser mais tranquilo cuidar de bebês e crianças pequenas. Nunca foi tão simples cuidar das crianças pequenas. O chefe do mensalão já opera 2010. Cassado, José Dirceu deixa em segundo plano seus negócios meio privados, meio estatais para mergulhar de cabeça na campanha presidencial de Dilma Rousseff. O Brasil na rota do Kindle. Leitor eletrônico da Amazon começa a ser vendido no Brasil a partir da próxima semana. O lançamento global do produto é o maior salto do livro digital.

ÉPOCA: – O último livro que você vai comprar. Chega ao Brasil o Kindle, o leitor eletrônico que guarda 1.500 volumes e promete revolucionar o jeito como lemos. Exclusivo na Época: acusado conta como o Enem foi roubado. Cinema: um executivo brinca de espião. Em “O desinformante”, Matt Damon é um bioquímico que passa informações pouco confiáveis sobre crimes ao FBI. O Nobel de Obama. Um prêmio às boas intenções. Com apenas 263 dias de mandato, Barack Obama é agraciado mais por seu esforço pela paz do que por resultados concretos.

ISTO É: Lula na telona. Cinema eleitoral (nada) gratuito. Com recursos de R$ 16 milhões e carregado de apelo emocional, o filme da história do presidente Luiz Inácio Lula da Silva se transforma em poderosa arma para a eleição de 2010. A crise do Enem desperta um novo movimento estudantil. Além do prejuízo financeiro, põe em xeque o sonho de acabar com o vestibular. Na Isto É, uma entrevista com Muricy Ramalho “O futebol é um grande negócio”. O técnico mais bem-sucedido do futebol brasileiro na atualidade fala de homossexualismo, drogas, política e aposentadoria.

CARTA CAPITAL: Um Deus cabo eleitoral. A ofensiva de evangélicos e católicos sobre os meios de comunicação à vista de 2010. Ainda na edição, a estreia do suplemento trimestral CartaVerde e a derrota de Silvio Berlusconi na Justiça italiana. Rio 2016. Depois do oba-oba. O risco de corrupção nem é o mais preocupante. O desafio é vencer a crônica incapacidade do Brasil de planejar e cumprir metas de longo prazo.

Anúncios

As manchetes do dia

– Paciência e horas de espera para renovar CNH
O jornal O Diário destaca que os motoristas podem perder quase 3 horas para cumprir os trâmites necessários para a renovação da carteira de habilitação na 13ª Ciretran. Em apenas um dia, o motorista pode perder mais de uma hora e meia nas filas. Mas, em alguns casos, ele tem que retornar mais duas vezes. A falta de funcionários é uma das causas da demora.

– Calamidade no Sul
A manchete do Hoje Notícias trata dos mais de 100 municípios que estão em estado de emergência ou decretaram estado de calamidade pública em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. As regiões atingidas começam a receber doação e contabilizar os prejuízos para recomposição das cidades.

– Pesquisa revela otimismo com vendas na cidade
O Jornal do Povo fala da pesquisa realizada pela Acim para conhecer a expectativa dos empresários em relação às vendas para o Dia das Crianças. 82% deles estão otimistas com as vendas; 16% estão indiferentes e apenas 2% estão pessimistas. Ainda de acordo com a pesquisa 64% espera vender mais do que no mesmo período do ano passado.

As revistas da semana

VEJA: – Rio loves you. Para o Rio e o Brasil, o ano 2016 já começou. O Rio de Janeiro conquistou o direito de sediar os Jogos Olímpicos de 2016, na tarde de sexta-feira. O placar foi folgado. A vitória, arrasadora. O poder econômico de Chicago, a eficiência de Tóquio e a história de Madri ficaram a comer poeira. Na terceira e última rodada de votação, sobraram o Rio e Madri. Vitória carioca por 66 votos a 32. O anúncio, feito pelo presidente do Comitê Olímpico Internacional, Jacques Rogge, foi o reconhecimento de uma candidatura madura e realista – corolário da força de uma economia estável e de uma nação politicamente pacificada. Ainda na edição, o vazamento que adiou o Enem. Depois do vazamento do Enem, o substituto do velho vestibular, o MEC está diante de um desafio: tornar o exame mais imune a fraudes como essa.

ÉPOCA: – O sabor da vingança. O que o novo filme de Brad Pitt, Bastardos inglórios, ensina sobre um dos sentimentos mais primitivos da humanidade. Ainda na edição, reportagem sobre a blogueira cubana Yoani Sánchez. Impedida de sair de Cuba por causa de suas críticas ao regime castrista, a blogueira não deverá comparecer ao lançamento de seu livro no Brasil. O Google lança uma ferramenta que promete transformar a comunicação na web. Será o fim do e-mail? Por temer a violência nas ruas e por superproteção, os pais acabam adiando o momento de deixar os filhos saírem sozinhos. Mas a cautela excessiva pode ser prejudicial ao futuro dos filhos. Afinal, com que idade a criança pode sair só?

ISTO É: – O triunfo do laser. Para os médicos, não há mais dúvida: o método supera todos os outros procedimentos na hora de rejuvenescer o corpo e adiar a cirurgia plástica. “Crianças precisam de liberdade para errar”. Filósofo escocês diz que a sociedade competitiva transformou a infância em uma fase de stress comparável à da vida adulta. José Sarney, o neopetista. Absolvido com a ajuda do PT, o presidente do Senado agora paga a fatura e apoia o MST. E ainda por que ser gentil vale a pena. Estudos mostram que gentileza traz felicidade a quem a pratica. Projetos se dedicam a multiplicar esta virtude.

CARTA CAPITAL: – A vitória da diplomacia. Os golpistas de Honduras recuam e até cogitam reempossar Manuel Zelaya. Para o constrangimento dos defensores brasileiros do golpe. Ainda na edição, reflexos da crise. As vendas in natura para a Europa e EUA caíram 30%, em relação a 2008. Os tumores malignos são os mais frequentes ao intestino grosso do que no delgado. O médico Drauzio Varella ensina como reduzir o risco.

As manchetes do dia

– 1.200 vagas
O jornal O Diário destaca os postos de trabalho abertos em Maringá. São 1.200 vagas. 600 dessas vagas são para temporários, mas um de cada cinco empregados acaba sendo efetivado. Estima-se que 27% das vagas serão destinadas para jovens que buscam o primeiro emprego.

– Câmara: muitos projetos, pouca qualidade
A manchete do Hoje Notícias trata do relatório apresentado pelo Observatório Social, que acompanhou as ações da Câmara de Maringá no primeiro semestre. Das 777 proposituras apresentadas pelos vereadores, 437 foram indicações. Ou seja, apenas “sugestão ao prefeito para a prática ou abstenção de atos administrativos da competência exclusiva do Executivo”. O Observatório Social também revelou que o vereador John Alves Correa foi o recordista de faltas.

– Maringá comemora Dia do Idoso
O Jornal do Povo fala que, no Brasil, a comemoração era realizada no dia 27 de setembro. Mas, com a lei nº 11.433 de 28 de dezembro de 2006, a data passou a ser celebrada no dia 1º de outubro. Para comemorar o Dia Nacional e Internacional do Idoso, o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI), realiza hoje a Marcha em Defesa dos Direitos dos Idosos, nas principais avenidas da Cidade.

As manchetes do dia

– Licitação do lixo é marcada para o dia 15
O jornal O Diário destaca que a Justiça autorizou continuidade do processo, que busca resolver temporariamente a destinação do lixo doméstico produzido na cidade. A empresa vencedora terá que apresentar licenças ambientais. O aterro sanitário de Maringá só poderá ser utilizado até o dia 28 de outubro. Depois dessa data o município terá que ter outro local para depositar o lixo produzido na cidade.

– Suplentes de vereador querem assumir vagas
A manchete do Hoje Notícias trata da pressão exercida pelos oito suplentes de vereadores que querem assumir vaga na Câmara de Maringá. Eles já procuraram o presidente do Legislativo, Mário Hossokawa, em busca de apoio à causa. Mas Hossokawa garante que só dará posse aos suplentes se tiver amparo legal. Ou seja, uma determinação do Tribunal Superior Eleitoral.

– Prestação de contas demonstra equilíbrio
O Jornal do Povo fala da prestação de contas do Executivo apresentada em audiência pública ontem na Câmara de Maringá. Nos primeiros oito meses do ano foram arrecadados R$ 341 milhões, o que representa 67% da receita estimada para o ano.

As manchetes do dia

– Concurso da Copel gera tumultos e protestos
O jornal O Diário destaca que, em três cidades do Estado, houve confusão no processo seletivo da empresa. Em Maringá, dois candidatos registraram termo circunstanciado na 9ª SDP. Provas para três cargos serão remarcadas. Os candidatos alegaram falta de organização e falha na entrega da prova de matemática.

– Preso médico acusado de pedofilia e aborto
A manchete do Hoje Notícias trata da prisão do médico obstetra Rafael Pedral Sampaio Cunha, e duas enfermeiras. O médico de Curitiba recebia em seu consultório, adolescentes entre 12 e 17 anos para práticas sexuais. No local ainda eram realizados abortos, segundo apontou a investigação.

– Bancários ampliam movimento grevista na região de Maringá
O Jornal do Povo fala da greve dos bancários. A categoria reivindica reposição salarial de 12%, participação nos lucros com base no lucro real, melhores condições de trabalho e o fim do assédio moral. Os bancos ofereceram 4,5%. Nesta semana, o sindicato continua reforçando a mobilização.

R7 já está no ar

Lançado sob muita expectativa e com investimentos milionários, o R7 está no ar. Ainda estou conhecendo. Mas a primeira impressão é que o portal se assemelha ao Globo.com. Tem também um pouco de IG. Mas o fato de lembrar a página da Globo não é surpresa. Afinal, a emissora carioca é a principal inspiração da Record.

As manchetes do dia

– Saldo de empregos volta ao nível pré-crise
O jornal O Diário destaca que, em agosto, Maringá teve um saldo positivo de 886 novos empregos, retomando o patamar interrompido com a crise no final do ano passado. No ano são 4.181 vagas a mais no mercado de trabalho. A meta da administração municipal é superar Londrina na geração de empregos até o final do ano.

– Cezar Britto defende “recall” do mandato político
A manchete do Hoje Notícias traz a opinião do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Cezar Britto. Ele esteve ontem em Maringá e falou sobre a proposta da instituição que prevê o direito à população de decidir, ainda durante o mandato, se deve ou não continuar no cargo. Não sendo aprovado pela população, perderia o mandato. Britto ainda falou a respeito do acúmulo de processos na Justiça, prejudicando o cidadão.

– Greve atinge Correios
O Jornal do Povo fala da greve dos Correios. Ontem, funcionários de todo o Paraná, incluindo Maringá e região, aderiram à greve por tempo indeterminado. Os carteiros reivindicam um reajuste salarial de R$ 300,00. Ou seja, 41% do piso da categoria. A direção dos Correios fez uma contraproposta de 4,5% – não aceita pelos sindicatos estaduais.