Qual é o perfil do leitor de hoje?

O maior filósofo vivo da atualidade, o alemão Jürgen Habermas, disse, em recente entrevista ao jornal El Pais, que o leitor de hoje está muito distante do que desejado. Afinal, quando a gente escreve por aqui, por exemplo, tudo que deseja é que exista alguém que compreenda de maneira plena a reflexão proposta.

Habermas afirmou que “não pode haver intelectuais se não há leitores”.

Acontece que esse tipo de texto, ou de vídeo com conteúdo um pouco mais elaborado (ou intelectual intelectual, digamos) atinge pouca gente. As pessoas, acostumadas com o universo das redes, gostam mesmo é das frases feitas, dos clichês, dos gritos, das agressões, xingamentos… Nada muito elaborado. Apenas um texto de efeito, não de conteúdo complexo.

Eu confesso que as observações do filósofo Habermas me entristeceram um pouco. Eu não gostaria de acreditar que as pessoas preferem consumir conteúdos do estilo que elegeram Donald Trump, nos Estados Unidos. Afinal, não acho que em pleno século 21 a gente mereça uma sociedade de pensamento tão simplista.

Na segunda, uma música

A banda Cidade Negra surgiu na segunda metade da década de 1980. Embora nunca tenha aparecido entre as mais tocadas nas rádios, construiu uma carreira sólida e seu principal vocalista, Toni Garrido, tornou-se um nome respeitado na música brasileira. Toni também já foi apresentador de tevê, ator… E, embora tenha se afastado por alguns anos do Cidade Negra, voltou recentemente à banda e tem feito shows em muitas cidades do país.

O Cidade Negra circula por um espaço pouco explorado pelos nossos artistas. A banca carioca tem fortes influências da reggae, mas também transita pelo soul e pop rock.

Hoje, a música que compartilho é deliciosa de ouvir. E tem uma letra que deveria motivar nossa reflexão.

Você precisa saber
[…]
A força de um pensamento
Pra nunca mais esquecer
Pensamento é um momento
Que nos leva a emoção
Pensamento positivo
Que faz bem ao coração
O mal não

A belíssima composição ainda sustenta que, pelo pensar, nós podemos ir mais longe… Podemos viajar o mundo.

O pensamento é o fundamento
Eu ganho o mundo sem sair do lugar
Eu fui para o Japão
Com a força do pensar
Passei pelas ruínas
E parei no Canadá
Subi o Himalaia
Pra no alto cantar
Com a imaginação que faz
Você viajar, todo mundo

“Pensamento”, a canção do Cidade Negra, mostra o quanto é importante manter a mente aberta e mentalizar coisas boas. Vamos ouvir e relembrar?

Julgamento…

Da sempre ótima Rosana Hermann:

No momento eu só tenho medo de uma coisa: a pressa com que as pessoas julgam umas às outras. Sem entender, sem ouvir o outro lado, muitas vezes usando apenas o pensamento e a suposição.
No mundo da justiça até assassinos têm direito a defesa.
Para muita gente, basta uma impressão e pronto, julgamento feito.