Brasil perde R$ 480 bi com sonegação de impostos

Um estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas mostrou que o Brasil perde, anualmente, cerca de 480 bilhões de reais por causa da sonegação fiscal. Vou repetir o número: 480 bilhões!

Para se ter uma ideia, o dinheiro que o Brasil perde com sonegação em um único ano seria suficiente para cobrir o déficit das contas públicas brasileiras por três anos e ainda sobraria troco.

O Brasil deve fechar as contas de 2018 no vermelho. E o tamanho desse rombo será de 148 bilhões de reais.

Isso quer dizer, reforço, que se o país apertasse a fiscalização e punisse os sonegadores, nós teríamos dinheiro de sobra no caixa. Um saldo de 330 bilhões de reais.

Com isso, o país teria dinheiro para investir em infraestrutura, educação, saúde, segurança…

O estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas, que identificou o tamanho da sonegação brasileira, não foi feito por algum curioso qualquer. Foi, na verdade, realizado pelo coordenador de Fiscalização da Receita Federal, Flávio Campos.

Ele concluiu que o país integra o grupo dos países mais benevolentes com sonegadores. Estamos ao lado da Colômbia, Malásia, Panamá… Curiosamente, quase todos os países que facilitam a vida dos sonegadores possuem grandes carências no atendimento à população.

Tem mais… Quase sempre, os maiores sonegadores são companhias, conhecidas e bem estabelecidas – sem contar personalidades importantes, famosas, megaempresários. Ou seja, o Estado é sim conivente com os sonegadores. Por aqui, sonegador não é preso; nos Estados Unidos, 80% dos sonegadores vão pra cadeia. E o tempo médio das penas é de 38 meses.

Entretanto, por aqui, até hoje sequer foi votado um projeto que está no Senado brasileiro que acaba com a impunidade criminal de sonegadores de impostos. Se a medida fosse votada, seguiríamos o exemplo dos Estados Unidos e, quem sabe, semelhante ao que aconteceu por lá, até seria possível reduzir a carga tributária das empresas.

Anúncios

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Internamentos por catapora mais que dobram
No ano passado, Vigilância Epidemiológica de Maringá registrou 151 internações. Este ano, já são 351, concentradas, nos últimos 20 dias. Atendimentos ambulatoriais não contam.

HOJE NOTÍCIAS: – RF leiloa veículos de luxo avaliados em R$ 1 milhão
Carros foram apreendidos no Porto Seco de Maringá por apresentarem irregularidades na documentação durante a importação. Serão ofertados 20 veículos. Nove motocicletas também estão no lote a ser leiloado.

JORNAL DO POVO: – Greve bancária pode começar hoje
Os bancários de Maringá e região realizaram ontem, à noite, na Biblioteca Municipal, uma assembleia referente à adesão da categoria à greve por tempo indeterminado a partir de hoje. O indicativo de greve é nacional.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Eletrônicos lideram as apreensões
Os eletrônicos são os produtos mais apreendidos pela Receita Federal de Maringá neste ano – aumento de 51%. Em compensação, cigarros tiveram queda de 56%. O montante apreendido pela Delegacia da Receita Federal em Maringá ultrapassou os R$ 3,8 milhões. No mesmo período, em 2009, foram apreendidos R$ 2,5 milhões em mercadorias.

HOJE NOTÍCIAS: – INSS contrata peritos para atender demanda
Ao todo, a regional irá contratar 22 peritos para atuarem na região; 6 deles trabalharão apenas em Maringá. As contratações são em caráter de urgência, e serão realizadas para atender uma determinação do Supremo Tribunal Federal com o objetivo de diminuir o tempo de espera para as perícias.

JORNAL DO POVO: – Empresários aprovam Bairro Empreendedor
Pesquisa realizada na Vila Operária, em Maringá, para medir o grau de satisfação dos participantes do Programa Bairro Empreendedor mostra alto índice de aceitação. 88% dos entrevistados consideram o programa como ótimo e bom.

As revistas da semana

VEJA: – Perdão. A reportagem principal aponta o poder do perdão para amenizar as dores da alma. Perdoar quem lhe prejudicou pode ajudar até mesmo a curar doenças. Ainda na edição, as declarações do candidato a vice-presidente na chapa encabeçada pelo tucano José Serra. Indio da Costa fez duras críticas ao PT e a presidenciável Dilma Rousseff e disse que “todos sabem que o PT é ligado as Farcs, ao narcotráfico, a tudo o que há de pior. Não tenho dúvida nenhuma disso”. Também, o perfil do eleitorado brasileiro.

ÉPOCA: – Viva melhor com menos sal. Com pequenas mudanças na dieta e os novos produtos da indústria, é possível vencer a hipertensão sem abrir mão de comer bem – e com prazer. Cissa Guimarães – A mãe despedaçada. A atriz perde o filho de 18 anos em um acidente que poderia ter sido evitado. Supremacia Jolie. Em “Salt”, a atriz Angelina Jolie invade o último reduto masculino: a aventura de ação. A etiqueta do Facebook. Como cuidar de sua imagem e de sua carreira na maior rede social do mundo.

ISTO É: A tática do medo. PSDB recorre a velhos fantasmas e tenta assustar o eleitor ao vincular o PT a grupos terroristas e ao crime organizado. Nascidos para salvar: as histórias de casais que decidiram ter filhos para que eles ajudassem a curar irmãos doentes. A suspeita: funcionária da Receita confirma à ISTOÉ que está sendo investigada por violar sigilo de dirigente tucano. Ela será convocada para depor no Congresso.

CARTA CAPITAL: – Censura: uma fantasma apenas. Por que a liberdade de imprensa não está sob risco no Brasil. Leia também: Dinheiro para todos, defendem economistas; Serra, atrasado no tempo. Críticas do tucano ao governo Lula deveriam ter sido feitas há 12 anos.

As revistas da semana

VEJA: Mas nem uma palmadinha? A proibição das palmadas. Pais, professores, cuidadores de menores em geral estão proibidos de beliscar, empurrar ou mesmo dar “palmadas pedagógicas” em menores de idade. Um projeto de lei que proíbe a prática do castigo físico foi assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para marcar os 20 anos de vigência do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Ainda nesta edição, a aprovação do casamento gay na Argentina, o Vaticano decide punir com rigor os padres pedófilos e um especial sobre “vendas porta a porta”: ocupação de 2,5 milhões de brasileiros.

ÉPOCA: – A riqueza dos políticos. Quem mais enriqueceu durante o último mandato; os candidatos com as maiores fortunas; e por que tantos dizem guardar dinheiro embaixo do colchão. Profissão: herdeiro. O poder das famílias sobre as obras de autores clássicos. Educação, quatro ideias para o próximo governo. E ainda, ele nem quer saber o que diz a lei eleitoral. Lula não para de fazer propaganda de Dilma – e os órgãos do governo continuam usando a máquina em favor da candidata. E ainda, o prazer delas ficou importante. Para eles. Uma pesquisa sobre comportamento sexual masculino sugere que eles mudaram. Mas ainda mentem sobre seu desempenho.

ISTO É: – O reinado do filho único. Especialistas garantem que crianças que crescem sem irmãos podem se tornar adultos tão ou mais saudáveis do que aqueles que crescem em grandes famílias. A força da mente. A ciência comprova que mudar a maneira de pensar é um remédio eficaz contra males como depressão, dor crônica e alcoolismo. E ainda, receita para quebrar sigilo. Corregedor confirma à ISTOÉ que apenas um funcionário, de São Paulo, é suspeito de violar dados de dirigente tucano. Mas o caso levanta outra dúvida: o cidadão comum está protegido?

CARTA CAPITAL: – Um leão sem critérios. Ao contrário do que diz o senso comum, o Brasil não paga impostos demais. O problema é um sistema kafkiano que alimenta a desigualdade, pune quem produz e inibe o emprego. No xaxado com Lampião. A octogenária Alzira Marques recorda os bailes animados organizados pelo rei do cangaço. Em busca da perfeição. A ciência quer entender as preferências estéticas de homens e mulheres.

Mais de 5 mil na malha fina

A Receita Federal deposita hoje o maior lote de restituições do Imposto de Renda. Ao todo, são R$ 2,5 bilhões. Segundo o delegado da RF em Maringá, Luiz Fernando da Silva Costa, quase 13 mil contribuintes da região recebem mais de R$ 11 milhões. Por outro lado, 5.194 contribuintes ficaram retidos na malha fina. Em janeiro, devem ser notificados pela Receita. O órgão deve pedir mais informações a respeito dessas declarações.

As manchetes do dia…

– Maringá terá vagas exclusivas para idosos
O jornal O Diário de hoje destaca a exigência do Contran de reservar 5% das vagas de estacionamento para idosos. O Conselho Nacional de Trânsito exige que a demarcação seja feita até o fim do ano. Outros 2% devem ser reservadas para deficientes. O município já prepara as mudanças no trânsito local.

– Estiagem derruba a produção agrícola
A manchete do Hoje Notícias trata da quebra de safra, que varia entre 6% e 8%. No quinto levantamento de safra divulgado ontem pela Conab, a produção de grãos deve apresentar redução de 6,5% em relação ao ciclo anterior, totalizando 134,7 milhões de toneladas. Segundo os técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento, a produção nacional continua a apresentar prejuízos provocados pelo clima.

– População consegue desconto de até 90% na Farmácia Popular
A manchete do Jornal do Povo ressalta a disponibilidade de atendimento da Farmácia Popular. Com apresentação de uma receita médica, as pessoas podem retirar remédios da farmácia com até 90% de desconto. Em caso de medicamentos de uso contínuo, de doenças como diabetes e pressão alta, a receita médica é válida por um ano.

Umuarama Ilustrado
Universitários terão transporte de graça de Alto Piquiri para Umuarama

Diário do Noroeste
Depois do primeiro caso em 2009, desafio é barrar avanço da dengue

Folha de Londrina
4 toneladas de cocaína em Paranaguá

Gazeta do Povo
Apesar da crise, indústria do PR registra o maior crescimento do país

O Globo
Governo permite aumento da agricultura na Amazônia

Valor Econômico
Governo coloca em xeque juro alto de banco público

Jornal do Brasil
Juro do cheque bate 10% ao mês

O Estado de S.Paulo
BC vai emprestar até US$ 36 bilhões para empresas

Folha de S.Paulo
Receita deve tirar 100 mil declarações da malha fina