Silvio Barros admite deixar a prefeitura sem terminar o mandato

Ele não quer. Disse isso com todas as letras na CBN Maringá. Preferia concluir o mandato. Entretanto, entre o “desejo do coração” e a determinação de seu grupo político, ficará com a segunda opção. Esta é a posição do prefeito Silvio Barros. Isso significa que ele pode deixar sim a administração municipal antes do dia 31 de dezembro de 2012.

– Não é o desejo do meu coração. Eu não gostaria de não terminar meu mandato. Ainda tem muitas coisas que eu quero fazer, ainda tem muitas coisas que eu quero deixar concluídas e não estão concluídas.

A afirmação é do prefeito. Mas ele entende que tem um papel dentro do seu grupo político. E sabe qual é seu compromisso.

– Eu não posso desconsiderar o fato de que não cheguei na prefeitura sozinho. (…) Precisou um projeto político para eu poder chegar lá. Eu não posso simplesmente virar as costas e dizer: agora o que vale é o meu interesse pessoal e o grupo político não tem interesse nenhum.

Ele continuou:

– No final do ano, eu não poderei continuar, mas nosso grupo político poderá continuar. (…) Agora fico eu no dilema aqui de saber como é que a gente vai lidar com isso, porque eu gostaria de terminar o meu mandato.

Depois de dizer isto, reafirmei – por meio de uma pergunta – o que parecia já estar claro na entrevista: Silvio Barros não quer deixar o cargo, mas pode sim abrir mão do mandato, provavelmente em março, em função do interesse maior de seu grupo político. A resposta foi direta: será um trabalho de convencimento, mas não depende apenas dele.

Como ouvi o secretário, líder do partido e irmão do prefeito, Ricardo Barros, na sexta-feira passada (23), fico com a impressão que Silvio só não deixará a prefeitura no início de 2012 caso o governador Beto Richa tenha outros planos para seu secretariado. O Ricardo quer. Tanto que defendeu a tese sem mesmo consultar o irmão.

E a ideia é simples: Ricardo deixa o governo; Silvio assume uma vaga no primeiro escalão do Estado. De tabela, o vice Carlos Roberto Pupin ganha a vaga de Silvio.

Ainda que possa parecer estranha a “construção” idealizada por Ricardo Barros, ela é bastante coerente. E só traz ganhos para o grupo que hoje comanda a cidade.

Raciocínio simples…

Ricardo não precisa da vaga de secretário. Pode até integrar o governo federal. Como vice-presidente nacional do PP, articulador político que é, fazer parte da equipe de Dilma não é uma impossibilidade. Pelo contrário. Por outro lado, não ter um cargo político também não lhe fará falta. Ele coordenará nacionalmente as campanhas do partido às prefeituras municipais. Portanto, livre, pode fazer muito mais.

Já o prefeito ficará sem mandato em 31 dezembro do ano que vem. Ter uma posição de destaque no governo estadual é um bom negócio. Dá visibilidade a Silvio Barros. Algo que fará diferença para a disputa de uma vaga em 2014 – seja para a Câmara Federal ou Assembleia Legislativa.

Quanto ao Pupin, paga-se uma espécie de dívida política com o vice, que sempre esteve ao lado de Ricardo e Silvio, mas teve pouquíssima visibilidade durante esses sete anos de administração. Além disso, por alguns meses, garante a projeção que ele não teve na gestão e que rende votos numa provável disputa pela prefeitura de Maringá.

Quer mais? Caso Pupin se torne prefeito já no início do ano, ele terá anulada a chance de disputar a reeleição em 2016, abrindo espaço para outro nome do próprio grupo. Quem sabe a própria Cida Borghetti, esposa do Ricardo.

É uma jogada de mestre. Basta saber se a população vai aceitar bem. Em especial, que desgaste poderá causar a imagem do bem avaliado prefeito Silvio Barros.

Vamos aguardar…

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Silvio já pensa na sucessão municipal
Prefeito Silvio Barros diz que o seu sucessor deverá ser, em primeiro lugar, temente a Deus e, em segundo, ter experiência em gestão pública. Ele conta que já tem um nome na cabeça, mas acha cedo para fazer a revelação.

HOJE NOTÍCIAS: – Richa promete enxugar a máquina do Estado
O governador eleito do Paraná, Beto Richa, e o atual governador, Orlando Pessuti, devem indicar nomes para equipe de transição nos próximos dias. Ontem, em entrevista coletiva, Richa voltou a afirmar que sua prioridade são a saúde, a segurança pública e a educação. Entretanto, apontou que, primeiro, vai trabalhar para eleger José Serra presidente.

JORNAL DO POVO: – Governador eleito reforça campanha de Serra
Ontem, Beto Richa chegou a anunciar que estaria em Maringá nessa segunda-feira. Porém, cancelou a visa em cima da hora em razão do clima que impediu as operações no Aeroporto de Curitiba. Em sua página na internet, o governador eleito parabenizou a votação expressiva dos candidatos ao Senado, Ricardo Barros e Gustavo Fruet.

Recursos do BID para obras em Maringá

Prefeito disse há pouco na CBN que a suspensão do financiamento do BID não é o maior obstáculo para revitalização da Brasil e transposição da UEM. Segundo Silvio Barros, não há problemas com o contrato firmado entre a Prefeitura de Maringá e o Banco Interamericano de Desenvolvimento. Os recursos estão garantidos e a suspensão do financimanto por determinação do governo federal é apenas uma medida burocrática. Porém, o prefeito lembrou que até o momento a administração não conseguiu obter o apoio da Universidade Estadual de Maringá para a construção de uma via de transposição dentro do campus da instituição. “Ainda não houve definição por parte da UEM”. Sem o “ok” da universidade, as obras sequer podem ser licitadas.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Cocamar e Corol decidem megafusão em junho
Cooperados definirão em uma série de assembleias, entre os dias 7 e 11 de junho, se concordam com a associação das cooperativas de Maringá e Rolândia. As duas cooperativas projetam que, juntas, terão um faturamento anual de R$ 3 bilhões.

HOJE NOTÍCIAS: – Permitido edifícios para estacionamento no centro
Edifícios exclusivos para estacionamento. Esta é a saída encontrada pela prefeitura para resolver a falta de vagas na área central de Maringá. O primeiro passo, a construção dos edifícios-garagem, foi dado ontem com a aprovação, pelos vereadores, do projeto de lei enviado pelo prefeito Silvio Barros, autorizando e regulamentando estas edificações.

JORNAL DO POVO: – Maringá disputa Dia do Desafio
Hoje, várias cidades do Brasil e do mundo, participam do Dia do Desafio. O evento é coordenado pelo Sesc e representa uma ação mundial de incentivo à pratica regular de atividades físicas em benefício da saúde e do bem-estar. A finalidade é que as pessoas interrompam as atividades rotineiras e pratiquem durante 15 minutos consecutivos qualquer atividade física. O evento é realizado anualmente em todo o mundo.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – CRM vai investigar morte por gripe A
Conselho Regional de Medicina abre procedimento para investigar a conduta do médico Antônio Carlos Pupulin por causa da morte registrada semana passada. Foi a primeira morte causada pelo vírus da gripe este ano em Maringá. A última etapa da vacinação começou ontem.

HOJE NOTÍCIAS: – Rodoviária será demolida em 30 dias, diz prefeito
Segundo o prefeito Silvio Barros, a prefeitura só está esperando a decisão da Justiça para depositar o valor de R$ 5,3 milhões para os condôminos. A demolição encerra a disputa em um processo judicial que se arrasta desde 2007, quando a administração pública interditou a antiga rodoviária após o desabamento de uma estrutura de metal durante um temporal.

JORNAL DO POVO: – Leilões e shows movimentam Expoingá
Hoje na 38a Expoingá será a vez da apresentação dos cantores Pitty e Marcelo D2. A feira também contará hoje com dois leilões. Estão programados 17 leilões para estes dias de Expoingá.

As manchetes dos jornais de Maringá

O DIÁRIO: – Infrações cometidas por menores crescem 57%
Dados da Delegacia do Adolescente de Maringá mostram tendência de crescimento na quantidade de ocorrências. Ameaças do tráfico e prostituição impelem menores ao crime. Por mês, 600 crianças e adolescentes são atendidos, em média, pelo Conselho Tutelar de Maringá.

HOJE NOTÍCIAS: Anac deve negar 5 novos voos
O aeroporto de Maringá deixará de contar com a operação de cinco novos voos pela falta de adequações de segurança no combate a incêndio. Os pedidos foram feitos à Agência Nacional de Aviação Civil, mas devem ser negadas. Para receber mais voos o aeroporto precisa elevar a categoria garantindo mais segurança em relação ao combate de incêndio.

JORNAL DO POVO: – Silvio representa prefeitos brasileiros em conferência para reconstrução do Haiti
O prefeito de Maringá representa a Federação Nacional de Prefeitos na Conferência Internacional das Cidades e Regiões do Mundo para o Haiti, realizada em Fort-de- France, na Martinica. O objetivo da conferência é coordenar a ajuda internacional de governos locais – prefeituras e estados – para reconstrução e desenvolvimento do Haiti.

As manchetes dos jornais de Maringá

– Maus hábitos fazem subir casos de câncer
O Diário destaca que, no ano passado, 341 maringaenses morreram da doença. Os casos que mais aumentam estão diretamente ligados à alimentação inadequada, uso de álcool e cigarro. Reportagem revela que o número de casos de câncer pode aumentar em até 50%.

– Contratos com a Sanepar e TCCC serão discutidos neste ano
A manchete do Hoje Notícias trata da retomada dos trabalhos da Câmara de Maringá e os principais temas que serão debatidos neste ano. Ontem, o prefeito Silvio Barros destacou que o contrato com a Sanepar vence este ano. Também lembrou que a prefeitura, por determinação judicial, terá de licitar o serviço de transporte coletivo.

– Saúde alerta para rápido crescimento de casos de dengue
O Jornal do Povo fala da quantidade de casos de dengue em Maringá. Até ontem, a Secretaria de Saúde já havia notificado mais de 200 casos, com 45 confirmados – 16 a mais que o registrado na última sexta-feira. Reportagem ainda revela que o Hospital Municipal será responsável por fazer o pronto atendimento da população, vítima da doença.

As manchetes do dia

– Padre maringaense é nomeado bispo
O Diário destaca a nomeação do padre Edmar Peron. Ele é o primeiro pároco nascido e formado em Maringá a ser indicado bispo da igreja católica. A nomeação do Papa Bento XVI foi publicada ontem no órgão oficial do Vaticano. O maringaense vai auxiliar o cardeal dom Odílio Scherer na Arquidiocese de São Paulo.

– Silvio avalia 2009 como ano produtivo
O Jornal do Povo traz uma entrevista com o prefeito de Maringá, Silvio Barros. Ele falou sobre várias questões. Entra elas, o Parque do Ingá e a gripe A. Silvio salientou que 2009 foi um ano produtivo, espera que 2010 seja ainda melhor e revela que haverá mudanças no secretariado em função da saída de alguns que pretendem ser candidatos.

Veja aqui as demais manchetes.